Como Medir Os Resultados Do Seu Programa De Comunicação Interna

A medição da comunicação interna muitas vezes é deixada de lado nos setores de recursos humanos de uma empresa. Talvez porque existem assuntos “mais urgentes”, se desestimula essa ferramenta de planificação super importante.

Os resultados da medição servem como uma foto do estado atual da comunicação interna nas empresas. A partir dela, é possível elaborar um diagnóstico de comunicação interna, para entender quais são as problemáticas em que devemos trabalhar.

Mas em que consiste exatamente uma medição de comunicação interna? Se trata de evitar especular ou supor, e sim recolher informação concreta sobre como vivem o dia-a-dia dos colaboradores da empresa.

Para isso, se podem desenvolver diferentes técnicas: medição de canais (intranet, rede social corporativa, e-mail), campanhas e ações, desenho e implementação de pesquisas, entrevistas profundas, focus groups, análises e outras ações destinadas a coletar a opinião de quem trabalha na empresa ou colabora com ela.

Muitas vezes a medição é relativamente simples, por exemplo, os canais online podem nos dar estatísticas automáticas sobre a quantidade de emails recebidos, quantidade de comentários na rede social corporativa, quantidade de visitas etc. O importante, é ter bem claro que dados necessitamos, segundo os objetivos de comunicação interna de nossa empresa, e e focarmos nas chaves realmente úteis para elaborar planos para o futuro.

A maioria das empresas da América Latina não leva em consideração medições da comunicação interna.

Segundo uma pesquisa realizada pela Agencia BW, menos de 40% dos referentes ou encargados da comunicação interna de grandes empresas da região, disseram que realizam medições formais de seus meios internos.

E apenas 7% deles afirmaram realizar auditorias de comunicação interna integrais. Os principais instrumentos utilizados são as conversas informais com o pessoal da empresa e informação prevista pela pesquisa de clima.

Dos que realizam medição, 27% dos pesquisados afirmaram que não utilizam indicadores específicos na medição, mas do restante 73% mencionaram muitas alternativas que estão a mão de qualquer referente, como a quantidade de cliques que fazem na intranet, quantidade de entradas na rede social corporativa ou a porcentagem de participação em um concurso ou evento interno.

O desafio é incluir a medição permanente nos planos de comunicação interna das empresas para poder medir o éxito e efetividade das ações com indicadores adequados. Isso se deve decidir com base nos objetivos que temos. Por exemplo, se a idéia é realizar um evento para melhorar as relações entre chefes e funcionários, o que nos importa medir? O nível de assistência? Ou os resultados reais da ação após o fato e se eles impactaram sobre o problema que existia? Nesse caso, uma boa opção é realizar pesquisas e entrevistas para saber se mudou a dinâmica real das relações no escritórios depois do evento dito.

Sem dúvida, uma orientação correta da medição em comunicação interna pode colaborar com a detectação de problemas e também na constatação dos resultados das ações levadas em consideração.

Posts recomendados